Aparador Antigo

Aparador Antigo

Compartilhe

WESTWING NA MÍDIA:
Quer saber mais? Leia nosso guia!

Guia Westwing paraAparador Antigo

O design e a indústria moveleira atuais, por meio de suas novas técnicas e criações, nos permitem mesclar elementos e tendências decorativas de diferentes tipos, épocas e finalidades, compondo ambientes com estilo e personalidade. Assim, tornou-se possível usar revestimentos, adereços e, principalmente, móveis que fizeram sucesso em outras décadas para garantir atualmente beleza e utilidade. Um aparador antigo, por exemplo, dá o tom onde quer que esteja, sempre com muito charme e elegância.

Usado na Inglaterra durante os anos de 1770, o aparador era empregado exclusivamente em salas de jantar, servindo para apoiar bandejas e demais acessórios. Os anos passaram e hoje um aparador antigo ganhou novas versões e características bastante singulares, tendo como principal atributo a versatilidade, seja no seu uso ou nos modelos. Se você pensa em ter um aparador antigo em casa, leia este artigo do Westwing e siga nossas dicas para guiar o seu décor!

Utilidades de um aparador antigo

Para se lembrar de um aparador antigo – também conhecido como buffet – basta puxar pela memória aquele móvel robusto com toques delicados, feito de madeira maciça escura e com linhas curvilíneas que geralmente fazia parte da sala de jantar da vovó ou de antigas fazendas e era colocado bem próximo à mesa e usado para guardar louças, toalhas e até apoiar refeições, servindo como um complemento de suporte.

Porém, quando transportamos o aparador antigo para o design atual, é possível perceber que a mobília ganhou novas releituras e teve seus contornos remodelados, com linhas menos arredondadas, materiais mais leves e design arrojado, permitindo que o aparador antigo seja usado em outros cômodos da casa e para diferentes fins, como dar suporte a adornos, servir como penteadeira, armazenar objetos diversos ou, simplesmente, figurar como uma peça de decoração única, refinada e de destaque.

A delicadeza das formas

Por mais que um aparador antigo tenha seus traços modernizados, suas características principais ainda continuam sendo as grandes responsáveis por seu aspecto delicado e leve: os pés longos e finos, desenhos sinuosos, puxadores coloniais e “pernas” levemente curvadas. Tenha ou não portas e/ou gavetas, um aparador antigo pode ser fabricado de madeira ou ferro e vidro, materiais que também garantem a aparência marcante e graciosa.

As cores do aparador antigo são itens a parte, pois conferem diversas alternativas ornamentais ao móvel: quando escuro, com tons de marrom intenso, castanho, mel ou mogno, além de arabescos, reflete um estilo clássico ou colonial; se colorido, como o aparador antigo azul, vermelho ou amarelo, proporciona ao ambiente um padrão mais contemporâneo.

Aparador Antigo

O aparador antigo e suas possibilidades decorativas

Salas de jantar e de estar, quartos, halls de entrada, home offices e closets são os ambientes de casa perfeitos para o uso de um aparador antigo, o que prova a versatilidade do móvel e sua evolução no tempo e no universo do design. Quando aplicados em qualquer um desses cômodos, os aparadores antigos são capazes de criar uma atmosfera vintage e/ou retrô delicadamente original.

Quanto aos estilos, várias são as vertentes decorativas que podem ser adotadas com o emprego do aparador antigo. O estilo shabby chic, provençal ou mesmo rústico, por exemplo, é criado quando usado um aparador antigo de ferro ou madeira na cor branca ou com efeito pátina; se tiver espelho, se tornará uma linda penteadeira para o closet ou quarto. Experimente!

Próximas campanhas